Amazonas decreta luto oficial de três dias pelo falecimento de Dom Sérgio Castriani

O decreto considera a relevância do religioso para o povo do Amazonas, com atuação sempre pautada pelas questões sociais e ambientais do estado

Divulgação

O Governo do Amazonas decretou, nesta quinta-feira (04/03), luto oficial de três dias em todo o Estado, pelo falecimento do Arcebispo Emérito de Manaus, Dom Sérgio Eduardo Castriani, ocorrido nesta quarta-feira (03/03).

Leia mais: Morre Dom Sérgio Castriani, arcebispo emérito de Manaus

O decreto considera a relevância do religioso para o povo do Amazonas, com atuação sempre pautada pelas questões sociais e ambientais do estado.

Natural de Regente Feijó (SP), Castriani possuía formação acadêmica em Teologia e Filosofia. Sua Ordenação Episcopal se deu em 1998, em Tefé, no interior do Amazonas, onde dom Sérgio atuou como bispo da Prelazia de Tefé. Ele viveu no município até 2012, quando foi nomeado Arcebispo de Manaus.

Dom Sérgio Castriani estava internado em hospital particular em Manaus, onde deu entrada com quadro de infecção urinária elevada. O falecimento do religioso foi comunicado pela Arquidiocese da capital no início da noite desta quarta-feira.