Aline Borel foi morta por traficantes que acreditavam que a blogueira era informante

Influencer digital foi encontrada morta em uma praia no Rio Janeiro com tiros no rosto.

Reprodução/Instagram

Quatros homens foram presos por suspeita de envolvimento na morte da blogueira Aline do Borel, assassinada em abril deste ano na Praia do Dentinho, Região dos Lagos do Rio de Janeiro. De acordo com a polícia, a influencer foi sequestrada e morta por criminosos que acreditavam que ela era informante de uma milícia.

No dia do crime, Aline foi abordada pelos suspeitos em uma moto. Um deles mostrou a foto de um rapaz no celular e perguntou se a jovem o conhecia. Aline afirmou conhecer o rapaz da foto e aceitou subir na moto, pois conhecia todo mundo do bairro. Os criminosos exigiram que o homem pagasse o resgate por Aline, o que não aconteceu. A blogueira foi morta com tiros no rosto.

Todos os envolvidos já possuem passagem na polícia por outros crimes como tráficos de drogas, roubo, homicídio e porte ilegal de arma de fogo.

(*) Com informações da Agência Brasil de Notícias