Anestesista que abusou de grávida dopada é preso no Rio de Janeiro; veja vídeo

Crime foi filmado por funcionários do hospital

Reprodução

O médico anestesista, Giovanni Quintella Bezerra, foi preso na madrugada desta segunda-feira (11). Ele foi filmado por funcionários do hospital onde trabalhava colocando o pênis na boca de uma gravida dopada em trabalho de parto. O caso aconteceu no Rio de Janeiro, o nome da unidade de saúde não foi divulgado.

Giovanni foi preso em flagrante no hospital onde ocorreu o crime. Nas imagens entregues a polícia, o homem não se intimida com os demais colegas que estão realizando a cesárea da vítima.

Nas imagens, o médico coloca o órgão na boca da mulher e segundos depois limpa a paciente para não deixar vestígios do crime. A equipe já vinha desconfiando do comportamento do médico devido à alta quantidade de anestesia aplicada nas pacientes.

O grupo planejou o flagrante e acionou a polícia. Momentos antes do parto, a equipe conseguiu trocar de sala de cirurgia onde o procedimento seria feito. O celular ficou escondido em um ponto estratégico, onde toda a ação foi filmada.

Segundo a delegada, Bárbara Lomba, Giovanni foi indiciado por estupro de vulnerável, cuja pena varia de 8 a 15 anos de reclusão. A polícia ainda vai investigar se outros casos de estupro aconteceram.